Dicas

HOPS BRASIL DICA #01 - PH DE SUA ÁGUA
hopsbrasil dicas 4

pH significa ‘potencial hidrogênio’. O ‘H’em pH é sempre uma letra maiúscula porque representa o elemento Hidrogênio. O termo foi usado pela primeira vez pelo bioquímico dinamarquês Søren Peter Lauritz Sørensen em 1909. pH é realmente o nível de íons hidrogênio em uma solução.
A fórmula científica é pH = -log [H +]. logaritmo negativo do íon hidrogênio ????
Você diz ‘hein’? Eu também..
Não há necessidade de explicar a ciência. Melhor explicar o uso prático e a necessidade de pH.
Então, o que é realmente o pH e por que é tão importante para nós, produtores de lúpulo?
PH é a medida de acidez, neutralidade ou alcalinidade em uma solução ou mistura. O nível de pH pode ser de 0 a 14. Zero é muito ácido, 14 é muito alcalino. 7.0 é considerado neutro. A água destilada a 25° é de pH 7,0.
A escala de pH é exponencial. O que significa que uma solução com pH de 4,0 é 10 vezes mais ácida do que uma solução com pH de 5,0. E uma solução em pH 3,0 é 100 vezes mais ácida do que uma solução em 5,0.
Um exemplo de algo muito ácido seria o suco de limão, com um pH de cerca de 2,0.
Algo muito básico seria cloro às 13.0.
E o café a 5,0 seria 1000 vezes menos ácido que o suco de limão a 2,0 !!
A tabela mostra por que o pH adequado é importante para o lúpulo. Este gráfico mostra em que pH certos elementos podem ser absorvidos por suas plantas.
Porém existem certas variedades de lúpulo que preferem águas e solos mais ácidos, em nossos plantios, usamos pH 6,2-6,5 para o solo e a água. Nesses níveis, todos os nutrientes podem ser absorvidos muito bem pelas raízes de nossas plantas.
Um dos maiores erros que podemos cometer é usar água com pH incorreto. Não posso expressar como é importante testar (VER dica #1A) e, se necessário, ajustar o pH da sua água! (VER dica # 1B)

HOPS BRASIL DICA #1A - TESTAR PH DA ÁGUA
hopsbrasil dicas 5

Agora que você sabe sobre pH, (VER dica #1), você pode testar o pH de sua água!
Existem muitos kits baratos disponíveis para verificar e ajustar o pH da sua água, se necessário.
A forma mais simples do kit de teste de pH terá pequenas tiras de papel que você separa e depois molha. As tabelas de cores PH também estão sempre incluídas nos kits de teste. Existem também outros kits similares com pequenas tiras de plástico separadas que são usadas da mesma maneira.
O papel ou plástico mudará de cor quando molhado com água a ser testada. Ao comparar a nova cor do papel com uma tabela de cores de pH conhecida, você pode derivar o pH da solução.
Outro tipo de kit simples fornece um líquido de teste e um pequeno frasco e uma tabela de cores de pH.
Ao colocar a água a ser testada no frasco e adicionar três gotas do líquido de teste, a água limpa ficará colorida. Da mesma forma, você pode comparar a água colorida com uma tabela de cores de pH para deduzir seu pH.
Existem outras ferramentas eletrônicas de medição de pH com custos a partir de R$40. E existem máquinas extremamente precisas que custam milhares de reais. Eu não recomendaria essas ferramentas baratas porque podem não ser confiáveis, nem as caras, (a menos que você esteja muito sério no cultivo e precise de testar sua água com muita precisão).
É bom verificar com os outros conselhos e online informações sobre uma boa marca antes de fazer o investimento.
Outro item importante que você pode considerar obter é um “kit padrão de pH”. Este é um kit que geralmente inclui três soluções diferentes de pH conhecido que você pode usar para verificar a precisão dos seus testes de pH. Os kits geralmente tem um pacote de pozinho que você precisar misturar com água e também existem kits com liquido já pré-misturado.
Eles terão uma solução ácida com pH muita baixa, uma solução alcalina com pH muita alta e uma solução neutra com pH de 7,0.
Ao testar o pH de cada solução, você saberá se o seu equipamento de teste é preciso, seja simples tiras de teste ou um testador eletrônico mais caro. As melhores máquinas eletrônicas realmente permitem calibrar o testador usando um “kit padrão de pH”.
Agora que você sabe testar o pH de sua água, você pode ajustar ela também! (VER dica #1B).

HOPS BRASIL DICA #1B - COMO AJUSTAR O PH DE SUA ÁGUA
hopsbrasil dicas

Agora que você sabe sobre pH de água (VER dica #1) e você conhece o pH de sua água, (VER dica #1A), você pode ajustar o pH da sua água para 6,2-6,5, o mesmo que nos usamos em nossos plantios.
Para fazer isso, você deve adicionar um líquido muito alcalino para aumentar o pH ou um líquido muito ácido para diminuir o pH.
Podem ser adquiridos kits que fornecem essas soluções com alto teor alcalino ou ácido. Normalmente, apenas algumas gotas de uma das soluções do kit ajustam o pH rapidamente.
Também é possível ajustar o pH da sua água organicamente e sem a compra de um kit de teste de pH. O pH da sua água também pode ser ajustado usando itens comuns de casa / supermercado.
Ao adicionar suco de limão, o pH da sua água cairá. Ao adicionar bicarbonato de sódio, o pH da sua água aumentará.
Testar o pH da sua água é muito simples e muito fácil. Não pule esta etapa importante!
Apesar do teste de pH ser recomendado, é sempre melhor fazer um teste completo de sua água em um laboratório e revisar todos os resultados por um engenheiro agrônomo!

HOPS BRASIL DICA #02 - SAINDO DE HIBERNAÇÃO EM CLIMAS QUENTES
hopsbrasil dicas

Por que minhas plantas não estão todas deixando a hibernação ao mesmo tempo???

O tempo e o dia que sua planta deixa a hibernação (ou dormência) dependem de algumas coisas.

1. Primeiro: depende de qual variedade é. Porque todas as variedades de plantas de lúpulo brotam em diferentes momentos a cada ano.

2. Segundo: depende do clima, a temperatura do solo. Cada variedade de lúpulo começará a brotar quando a zona da raiz atingir uma certa temperatura. Lembre-se de que algumas áreas, embora aqueça durante o dia na primavera, à noite, ainda permanecem frio. Isso pode atrasar o solo de atingir a temperatura certa para a planta começar a germinar.

3. Terceiro: Vernalização! Esse depende mais do frio e não do calor. Realmente a falta de frio aqui no Brasil faz parte do problema.
Pois a Vernalização normalmente ocorre cada ano nos lugares frios e típicos de cultivação de lúpulo. Durante a vernalização, sua planta passa por mudanças biológicas e redefine-se o estado de crescimento por culpa da época de frio cado ano.
Isso ocorre melhor em temperaturas inferiores a 2 C por um mínimo de 5-6 semanas (de preferência dois meses). Os novos brotos abaixo do solo são criados também para o crescimento do próximo ano quando esse ocorre.
Aqui em muitos lugares no Brasil isso é quase impossível. Tem lugares onde esquenta durante o inverno por uma semana e sua planta pode querer brotar muito cedo… Depois esfria de novo. Aí sua planta fica meio confusa por culpa das estações não serem muito definidas. A falta de vernalização completa pode ser uma das razões que suas plantas não brotam todas ao mesmo tempo na primavera também!

HOPS BRASIL DICA #03 - MUDA DE ESTACA vs MUDA DE RIZOMA
hopsbrasil hints 3

Quais são as semelhanças e diferenças entre mudas feitas de estacas e mudas feitas de rizomas.

Primeiro vou explicar as semelhanças:

Uma estaca e um rizoma são pequenos pedaços de uma planta de lúpulo. Ambos são geneticamente idênticos à planta mãe ou pai. Ambos podem ser removidos de outra planta e quando replantados, crescerão em um clone 100% da planta-mãe ou pai.

Agora as diferenças:

Uma estaca é um pequeno pedaço de um galho de uma planta fêmea de lúpulo que tem pelo menos um nó de folha. Normalmente, eles são cortados da parte mais recente do crescimento da planta. Os ramos são normalmente cortados da planta-mãe e, em seguida, seções de 5-15 cm. de comprimento, com pelo menos um nó de folha. Elas são preparadas e colocadas na água ou no solo para criar raízes e crescer.
Um rizoma é um pequeno pedaço de raiz de uma planta de lúpulo fêmea madura que tem pelo menos um nó brotando. Rhyzomes podem crescer até 3 metros de comprimento em um ano! Eles têm tipicamente 1,5-3 cm de diâmetro quando removidos do solo. Eles são cortados em seções de 10-20 cm de comprimento e colocados no solo para germinar ou podem ser armazenados para plantio futuro.

As estacas podem ser colhidas de uma planta no primeiro ano. Quando uma planta-mãe é grande, é possível fazer centenas de mudas de uma planta ao longo da estação de crescimento.
Os rizomas não devem ser colhidos até o terceiro ano de crescimento da planta. Eles normalmente só podem ser colhidos de plantas durante seu período de dormência. A maioria das fazendas colhe rizomas apenas uma vez por ano, bem no início da primavera, antes da germinação das plantas. Embora algumas variedades de lúpulo, como Canadien Redvine, possam crescer até 100 rizomas por ano, a maioria das variedades cresce apenas entre 5 e 20. Isso limita a quantidade de novas mudas que podem ser feitas a partir de cada planta-mãe.

As estacas são muito frágeis quando são novas e podem ser mais difíceis de cultivar, especialmente quando pequenas. No início uma estaca tem apenas um caule muito pequeno e fino e nenhum sistema radicular para absorver a água de forma eficiente. É muito fácil para as estacas secarem e morrerem. Quando uma muda de estaca brota, eles são muito finos e frágeis.
A estrutura de um rizoma é muito maior e mais antiga do que uma estaca e também muito mais forte. Eles são basicamente um pequeno reservatório de água. Na verdade, é muito fácil matar um rizoma por excesso de água ! Quando um rizoma brota, os caules são mais grossos e fortes do que uma estaca.

As estacas devem ser plantadas em um ambiente controlado para permitir que o sistema radicular cresça antes do plantio no campo.
Os rizomas podem ser plantados no campo imediatamente.

As mudas de estaca são fáceis de diagnosticar problemas de doenças ou pragas.
Os rizomas são muito mais difíceis de diagnosticar os problemas de doenças e pragas.

Embora os rizomas apresentem certas vantagens em relação às mudas devido à facilidade de propagação de novas plantas, mas. na maioria das vezes é impossível diagnosticar problemas com doenças, vírus e pragas ao propagar novas plantas usando rizomas.
Uma das maiores fontes históricas de doenças do lúpulo e disseminação de fungos nas plantações de lúpulo no mundo foi o uso de rizomas feitos de plantas mães doentes para propagar novas fazendas de lúpulo.
Os rizomas são notórios por transportar o vírus do lúpulo indetectável, oídio, míldio, nematóides e outros bichos destruidores do lúpulo.
Uma muda de estaca forte de lúpulo bem cultivada por um cultivador de boa reputação, usando um estoque de planta-mãe limpo de doenças e fungos é sempre uma opção melhor do que um rizoma. E ,às vezes, as mudas feitas de estacas até crescem rizomas enquanto ainda são pequenas mudinhas!!

HOPS BRASIL DICA #04 - Faça o lúpulo parte da família
hopsbrasil dicas

Uma coisa importante a considerar se você quiser criar lúpulo em grande escala ou pequena escala: é o tempo envolvido. Especialmente, começando nos primeiros anos, quando você tem que fazer tudo…e com pouca ajuda. Planejar o hopyard, construir a estrutura, sistema de irrigação, adubos, fertilizantes, herbicidas , pesticidas, colheita, secagem, vendas, e muito maissss !!
É muito importante incluir nossas famílias em nossa experiência de lúpulo. Esta é uma excelente oportunidade para ensinar nossos filhos sobre a natureza. Ensiná-los a cuidar das plantas. Falar sobre a importância das plantas para o futuro do nosso planeta e a conservação do meio ambiente.
Nós também podemos mostrar-lhes a importância de certos insetos (mesmo que a mamãe não concorde) haha. Minha filhinha adora minhocas, para ela, elas são iguais a pets!
E naqueles duros longos dias tentando fazer a pulverização de produto antes que a chuva chegue, e você se sente cansado e horrível … não se esqueça de todos aqueles que estão em casa sempre esperando por você com carinho e amor !!!
Nunca esqueça de sua esposa ou esposo, que está fazendo tudo para que você tenha mais tempo para cuidar das responsabilidades que demandam os Lúpulos, é preciso parceria.
É muito importante proporcionar oportunidades para incluir toda a família, porque durante a época de colheita, você vai querer que eles ajudem !!! Haha.
Sério, se pudermos transformar nosso trabalho em diversão e incluir aqueles que amamos, não será mais trabalho !

HOPS BRASIL DICA #06 - QUANTA ÁGUA MEUS LÚPULOS PRECISAM?
hopsbrasil dicas

Como saber quantidade de água que cada planta precisa? Se vc toma sol durante todo dia até o por do sol, quantas vezes vc precisaria ter tomado de água nesse dia? MUITAS VEZES AO LONGO DO DIA!!! Concorda?

O que acontece com o ser humano, também acontece com as plantas. Quando elas são pequenas e durante a época de crescimento, sua planta pode precisar de água quase todos os dias para viver.

A planta de lupulo precisa de muita água… mas, ao mesmo tempo ela não gosta de ficar sempre molhada!!! Lúpulo precisa do solo com boa drenagem. Se você usar vaso, confira se o vaso tem bastante buracos para drenagem.

Se você olha e toca sua planta e a terra está seca, é simples: jogue água, molhe a planta.
Nós jogamos água em nossas mudinhas no mínimo 2 vezes por dia no verão quando está muito quente !

As grandes fazendas molham os lúpulos com sistema de irrigação. Na época de crescimento sua planta pode precisar até 12 litros por dia. ( ou mais!)

A quantidade de água necessária pode depender também do tipo de solo que você possui. Os solos arenosos permitirão uma melhor drenagem do que os solos argilosos e que normalmente precisarão de mais água.

É sempre bom consultar um engenheiro agrônomo ou profissional com experiência em lúpulos para ajudar a calcular suas reais necessidades de água.
Outras dicas importantes que podem ajudar:

1. O ph (quantidade de ácido) da água ideal deve ser 6.2- 6.5 para o lúpulo. Se você usa água da rua, é melhor comprar um kit para corrigir o ph da água antes de regar as suas plantas. Sua planta tem dificuldade em absorver nutrientes se a água tem Ph muita diferente de 6.2-6.5.

2. Quando a rizoma ainda não brotou ou se a muda fica muita pequena, colocamos insulfilme no vaso para ficar úmido dentro!

3. Coloque sua muda/rizoma num lugar onde só pegue sol direto nas manhãs e onde ela pegue sol indiretamente todo o resto do dia até sua planta ficar maior !!!

4. Se você usa mangueira, tenha cuidado para não dar água quente a sua planta, a água aquecida que fica parada dentro da mangueira, ligue a água e espere até esfriar antes que comece a jogar nas plantas!!

5. Se você pode guardar água da chuva, é mil vezes melhor do que a água da rua !!

Boa sorte !!!!

HOPS BRASIL DICA #08 - MEUS CONES DE LÚPULO ESTÃO PRONTOS PARA COLHER?
hopsbrasil dicas 1

Sua planta de lúpulo feminina irá criar cones para serem colhidos e depois usados para fazer cerveja. Mas, qual a data certo que os cones estarão prontos para serem colhidos?
Não há nenhuma data exata para colher seus cones. Os cones das plantas de cada variedade são individuais, em cada hopyard, em cada ano estarão prontos para colher em uma data diferente. Cada caso e cada ano é uma situação diferente.
O tempo correto para colher seus cones depende da maturidade deles. Quando os cones amadurecem, eles começam a secar junto com o resto da sua planta.
Normalmente, nós temos aproximadamente 5 (cinco) dias certos para colher os cones quando estão ‘maduros’. Se colher cedo demais, os cones terão menos lupulina e possuem cheiro de gramíneas ou de mata. Se colhermos tarde demais, a potência da lupulina começará a se degradar com a idade e o lúpulo ficará com o cheiro de alho ou acebolado.
Grandes fazendas calculam e/ou testem os lúpulos deles para o que é chamado ‘matéria seca’ nos cones de lúpulo. Para simplificar, basicamente, isto é a percentagem de água armazenada no cone, a qualquer momento.
Uma matéria seca, média, no momento da colheita, o certo seria cerca de 20-23% umidade. Cada variedade pode ser um pouco diferente. O processo para calcular isso, você precisa de máquinas científicas, ou, também, pode fazer em casa, mas, é meio complicado, e precisa gastar bastante cones. (VER DICA #8A)
Felizmente, para pequenos produtores existem outras maneiras de saber a hora correta para colher seus cones.

Então, você vai saber o momento correto por vários sinais:

1. A cor das pétalas dos cones começam escurecer. Até alguns ficam com as pontinhas dos cones se transformando na cor marrom.
2. Quando você vê um cone que parece estar maduro, preste atenção quando você tirar da planta. Se o cone está pronto, ele deve ser arrancado facilmente. Se for difícil tirar da planta, provavelmente não está pronto.
3. Depois de colher um cone, se você pegar o cone na ponta com os dois dedos de cada mão e aberto ao meio, semelhante (igual a descascar uma banana), você poderá ver o amarelado da lupulina dentro do cone. Ou seja, onde a maioria dos óleos, ácido alfa e beta, ficam no interior dos cones. Este pó ‘amarelo’ deve parecer: uma cor quase ouro, amarelo escuro. Se é amarelo brilhante e claro, pode ser demais cedo. Nos últimos dias antes dos seus cones estarem prontos as lupulinhas se tornam bem mais escuras.
4. Se você pegar um desses meios dos cones e dobra-lo ao meio, o ‘bract’ o tronco centro se agarrará facilmente, então, você saberá que o cone está pronto. Caso contrário ele irá apenas dobrar e não quebrar facilmente.
5. Se você pegar um cone inteiro e esfregar entre os dedos, ele deve passar a sensação e o som de você estar amassando papel.
6. Se você continuar a esfregar o cone, dentro de 10-15 segundos, as pétalas devem começar separando do tronco.
7. Também, você agora deve ser capaz de sentir os óleos do cone em seus dedos e os dedos quase devem ficar grudados com os óleos.
8. Talvez o mais importante é o cheiro do cone! Você deve quebrar e abrir um cone por dia, poucos dias de observação, para ir e olhando, testando e ‘CHEIRANDO’. Antes que eles estão prontos, seus cones terão o cheiro de grama, depois irão perdendo esse cheiro e começam a assumir mais o aroma do sabor da variedade, em específico. Talvez, floral, cítrico, pinheiro, pimenta.
Só depois de anos de experiência os agricultores saberão a hora correta para colher seus lúpulos apenas pelo cheiro.
Lembre-se, que uma planta pode ter cones que são imaturos, combinado com cones que estão na hora certa e com cones que já estão passando de maduros. Portanto, não precisa colher todos os cones na mesma hora.
Muitas vezes, os cones mais abaixo das plantas, que ficam mais na sombra, demoram mais para amadurecer. Esses cones verdes claros são muito bonitos. Mas, ainda não estão prontos!
Um cone que é passado da hora correta ficará muito marrom e com pétalas mais abertas. Neste ponto, o cone é inútil.
Também é muito útil manter um diário da datas de cada planta, incluindo data que você colheu a cada ano. Em poucos anos, você poderá ver uma padrão que pode ajudar.

LEMBRE-SE DISSO!!!! Muitas pessoas colhem muito cedo! Este é o maior erro dos novos produtores de lúpulo. Se seus cones cheira gramíneas é melhor esperar mais um pouco!
Com toda as dicas a cima, espero ajudá-lo a colher seus cones no dia correto. Boa sorte!

HOPS BRASIL DICA #12 - Isso é um ramo ladrão?
hopsbrasil dicas

Agora que sua planta está no segundo ou terceiro ano, ela vai brotar logo e super forte! Cada ano quando sua planta brota, os primeiros brotos são muito grossos e eles crescem muito rápido. Esses brotos são chamados de ‘bull shoots’ (brotos de toro). Nas fruiteiras do Brasil elas sâo chamadas de ramo ladrão! Esses brotos, mesmo que pareçam fortes , na verdade são muito frágeis e só roubam energia da planta e da muito pouco produção. Como saber se o novo broto é um ‘bull shoot’? Temos seis dicas fáceis para saber se os brotos são ramos ladrões !

1. eles são sempre os primeiros brotos a aparecer na primavera
2. eles geralmente são de cor muito arroxeada
3. eles geralmente têm pêlos pequenos que são muito espinhosos
4. As distâncias entre cada par de folhas (distância nodal)das bull shoots são muito grande
5. quando dobrados, eles quebram com muita facilidade
6. Eles são ocos

Agora você sabe como identificar um ramo ladrão, fique atentos para outra dica sobre como, quando, e por que nós cortamos os bull shoots na hora certa !!

HOPS BRASIL DICA #14 - CORTE RAÍZES / RIZOMAS NA PRIMAVERA PEQUENA ESCALA
hopsbrasil dicas 1

Corte raízes / rizomas. Um rizoma é uma pequena parte da raiz de uma planta de lúpulo que começou a desenvolver nós. Quando removido da planta-mãe e plantado, crescerá e se tornará um clone 100% genético da planta-mãe! (VER DICA #3). Isso só é feito para as plantas após 2 safras completas.
Rizomas e / ou raízes devem ser cortados todos os anos antes de sua planta quebrar a dormência. Cortamos raízes / rizomas que se estendem longe da coroa de nossa planta. A coroa é a parte central da planta que fica abaixo do solo.
É importante fazer isso antes ou no momento em que as plantas brotam a cada ano.
Fazemos isso também para ajudar a impedir que nossas plantas de lúpulo cresçam longe das plantas. Em vez disso, queremos concentrar sua energia para que cresçam altas! Isso também pode ajudar para que nossas plantas brotem mais uniformemente também na primavera.
Outro benefício é evitar que as raízes de uma planta cresçam e se misturem com outra planta, especialmente se forem de variedades diferentes. Um rizoma pode crescer até 3 metros em um ano e facilmente até 5-6 metros em vários anos!
E provavelmente o melhor benefício de cortar rizomas é que podemos pegar esses novos rizomas cortados e plantá-los para fazer novas plantas de lúpulo !
Para um pequeno número de plantas, este processo pode ser feito manualmente cavando vertical diretamente para baixo com uma pá pontuda em um padrão circular a cerca de 20 a 30 cm do centro da planta de lúpulo. A ideia é cortar todas as raízes e rizomas de forma limpa e separá-los da coroa da planta.
Depois, com um forcado ou uma pá fina e pontiaguda, cavamos delicadamente no solo fora de onde cortamos e, à medida que forçamos, sentimos com a pá os rizomas que se estendem do centro da planta.
Uma vez que os rizomas são localizados, nós cavamos suavemente profundamente abaixo do rizoma para removê-lo suavemente sem quebrar. Os rizomas estão geralmente a máximo de 15 centímetros da superfície.
Lembre-se, não tenha medo de usar as mãos e sujá-las !! Quanto mais gentil você for, em melhor condição estarão os rizomas cortados.
Continuamos ao redor da planta-mãe até que todos os rizomas sejam removidos!
Nesse foto descobrimos todas as raízes e rizomas desta planta para mostrar onde normalmente cortaríamos a planta com uma pá. Nunca descobriríamos uma planta como esta na prática. Outro foto é um rizoma típico com nós..pronto para plantar ! (VER DICA #16)
Não se esqueça de limpar sua pá e / ou tesoura antes de usar em todas as plantas! isso ajudará a espalhar doenças e / ou fungos!

HOPS BRASIL DICA #18 - Braços
hopsbrasil dicas 1

“Minha planta esta abraçando: faço o quê? Cortar? Podar? Treinar para subir?”?

Não faça nada!!! Nós quereremos muitos braços em nossas plantas !!

Uma planta de lúpulo normalmente produz 50% do seu potencial no primeiro ano, 75% no segundo ano e só até o terceiro ou quarto ano tem que esperar para você obter 100% de produção!

Os braços são muito importantes porque quanto mais braços tiver, mais cones haverá também. Dependendo da variedade, os braços podem ser 30 centímetros até 2 metros!

Mas um problema que ocorre geralmente aqui, no Brasil: é que os dias (horas de sol) são mais curtos para que os braços laterais não cresçam tão grandes, como em outros países que cultivam lúpulos. Nós pretendemos produzir novas variedades onde os braços cresçam mais rapidamente e as plantas consigam se adaptar melhor ao nosso clima daqui, do Brasil !

As plantas que possuem muitos ramos, devemos ter cuidado para não ter demais deles subindo a corda. Normalmente devemos deixar 2-4 ramos subir em cada corda. Porque isso evitará muita sombra depois que a planta abraçar. Demasiada sombra pode dificultar a quantidade de cones que nascerão nas plantas.

Lembre-se, nós queremos cultivar cones, não folhas!

HOPS BRASIL DICA #19 - A PONTA DA MINHA PLANTA QUEBROU.... O QUE FAÇO AGORA ?
hopsbrasil dicas 3

Um dos dias mais tristes que me lembro de cultivar lúpulo foi no primeiro ano de 2010. Eu estava tão orgulhoso dos meus dois primeiros rhyzomes que haviam crescido em plantas de 3 pés de altura! Eles estavam crescendo rapidamente e enrolando num pedaço de bambu, a uma velocidade de 15 cm por dia!
Chegou o dia de transplantá-los para um vaso maior para que eles pudessem subir uma corda. Ao remover delicadamente a primeira planta do recipiente, quebrei inadvertidamente a ponta da planta. Eu quase desmaiei de choque e tristeza 😵😵.
Mas, para minha surpresa, em poucos dias, minha planta brotou duas novas pontinhas no nó da folha logo abaixo de onde a ponta original havia quebrado. Em poucas semanas, eu tinha duas pontas subindo na minha corda !!
Se você quebrar a ponta ou o vento quebrar a ponta da sua planta, não se preocupe! Sua planta irá regenerar, com novos brotos em breve! Isso, também, às vezes, ajudará na ramificação! Se sua planta já tem galhos, você pode treinar alguns deles e eles também crescerão nas cordas.

HOPS BRASIL DICA #22 - Semente de lúpulo
hopsbrasil dicas 1

As sementes de lúpulo não são usadas na fabricação de cerveja, mas geralmente são usadas apenas para fins de reprodução ao fazer novas variedades de lúpulo.
O lúpulo é dióico, o que significa que eles têm plantas masculinas e femininas separadas. As flores ou cones de lúpulos da planta feminina são a única porção da planta usada para fazer cerveja.
As plantas masculinas de lúpulo têm pequenas flores que retêm a polina usada para polinizar as plantas femininas. Se uma planta feminina se tornar polinizada, os cones de lúpulo terão sementes. (que são indesejáveis ​​para uso na fabricação de cerveja).
Apresentamos intencionalmente nossos machos com genética superior conhecida a nossas fêmeas, a fim de criar novas variedades de lúpulo mais adequadas ao ambiente em crescimento.
Às vezes, pode ser pura sorte, porque uma nova variedade típica leva milhares de testes de mudas e mais de 10 anos para validar e trazer uma nova variedade ao mercado!

HOPS BRASIL DICA #24 - MACHOS vs FÊMEAS
hopsbrasil dicas 2

Planta de lúpulo macho e fêmea existe? Mesmo?
Sim, o lúpulo é dióico, o que significa que eles têm plantas separadas com gêneros masculino e feminino. Em outras palavras, existem plantas de lúpulo masculinas e femininas separadas.

Para uso na fabricação de cerveja, apenas plantas femininas de lúpulo são desejadas.

Quando as plantas de lúpulo são pequenas, as plantas masculinas e femininas têm a mesma aparência. Até que cresçam e comecem a florescer, seu sexo é indistinguível.

As plantas masculinas, uma vez crescidas e começando a florescer, desenvolverão pequenas ‘bolas’ que são vagens de flores. Essas vagens evoluem para pequenas flores de 6-10 mm, cor branco-amarelo. Elas ficam penduradas em cachos das plantas de lúpulo.

As fêmeas, quando florescem, começam com pequenos pistilos brancos semelhantes a pelinhos. Eles acabarão evoluindo para cones de lúpulo, que são a única parte da planta de lúpulo usada para fazer cerveja.

Se uma planta masculina for colocada perto de uma planta feminina, o vento pode levar o polin das flores masculinas e elas podem germinar os pistilos femininos. Aí os cones femininos terão sementes. A quem diga que as sementes não são prejudiciais ao uso do lúpulo na cerveja, porém elas, geralmente, não são desejadas nos seus cones.

Normalmente, as sementes são criadas intencionalmente apenas para serem usadas para criar novas variedades de lúpulo.

Se você comprou rizomas e / ou plantas de lúpulo em uma fazenda de lúpulo, eles são clones das plantas-mãe femininas de onde vieram. Se bem tratados, serão 100% fêmeas sem sementes, e cheias de cones! Perfeito para fazer cerveja !!

HOPS BRASIL DICA #25 - ASAS DE ANJO
hopsbrasil dicas 3

Alguns dos cones de lúpulo mais bonitos que você verá: são os cones terminais na ponta de um broto com pequenas folhas salientes do próprio cone. Na indústria de lúpulo, eles chamam essas pequenas folhas de ‘asas de anjo’.
Isso geralmente ocorre quando sua planta absorve um excesso de nitrogênio no momento errado durante a estação de crescimento.
O lúpulo precisa de muito nitrogênio durante o estágio de crescimento e até o solstício de verão, que é 21 de Dezembro no Brasil, no hemisfério sul. Após essa data, suas plantas normalmente começam a ramificar e depois florescem. Durante esse período, os requisitos de nitrogênio de suas plantas diminuem bastante.
Adicionar muito nitrogênio durante o estágio da flor criará apenas mais folhas. E lembre-se sempre, queremos criar cones de lúpulo, não folhas de lúpulo !!

HOPS BRASIL DICA #26 - GÊNERO - ESPÉCIE - “VARIEDADE” DE LÚPULO
hopsbrasil dicas 2

FAMÍLIA – Cannabinaceae
GENUS – Humulus
ESPÉCIES – Lúpulo
VARIEDADE – ???

Quase todo mundo já ouviu falar do “gênero e espécie”, que é o nome científico e a classificação de qualquer criatura viva, seja animal ou planta.
O lúpulo faz parte da família de plantas cannabinaceae, que inclui um primo próximo, o gênero cannibas (maconha).
O gênero do lúpulo é Humulus e a espécie é lupulus.
Podemos separar ainda mais o lúpulo em 5 subcategorias, chamadas variedades. Neste caso, não estamos discutindo diferentes tipos individuais de lúpulo, como CASCADE ou MAGNUM, por exemplo. Em termos científicos, esses são chamados de cultivares. (não variedades).
As variedades que discutimos aqui são subespécies baseadas em diferenças fisiológicas nas plantas (a aparência e o crescimento e onde elas crescem).

As cinco subespécies de lúpulo são:

    1. Humulus lupulus var. lúpulus
    2. Humulus lupulus var. cordifólius
    3. Humulus lupulus var. neomexicanus
    4. Humulus lupulus var. pubescens
    5. Humulus lupulus var. lupuloides

Cada variedade é nativa de uma determinada área do mundo:

  • Var. lúpulo – Ásia oeste / Europa
  • Var. cordifulus – Ásia central e leste
  • Var. neomexicanus – EUA suloeste
  • Var. pubescens – EUA central
  • Var. lupuloides – Canadá e leste dos EUA

Humulus lupulus var. lupulus é a variedade mais comum usada na fabricação de cerveja, mas outras variedades de lúpulo selvagem foram usadas em muitos programas de criação para criar alguns dos lúpulos mais notáveis ​​do mundo!

Esses fotos são de nosso macho variedade neo-mexicano e nossa fêmea variedade lúpulo alpharoma !!

HOPS BRASIL DICA #27 - HUMULUS LUPULUS variedade (subespécie) PUBESCENS
hopsbrasil dicas 2

Como parte de nosso programa de melhoramento de lúpulo, adquirimos do USDA ‘humulus lupulus variedade pubescens’ que usaremos para fazer cruzamentos, a fim de criar lúpulos melhores para serem cultivados no Brasil.
O lúpulo possui 5 subespécies reais do gênero e espécie humulus lupulus. (VER DICA #26).
Em termos científicos, essas subespécies são comumente chamadas de variedades. (em oposição a variedades de lúpulo, como CASCADE o NUGGET).

Humulus lupulus variedade (subespécie) lupulus, nativa do hemisfério oriental, é a subespécie mais comum de lúpulo usada na fabricação de cerveja. Ao contrário de humulus lúpulos var. lúpulo, que é chamado de “lúpulo comun”, a variedade pubescens é uma subespécie de lúpulo que, até onde sabemos, nunca foi usada comercialmente para fazer cerveja.
É um lúpulo selvagem que normalmente cresce e foi encontrado nas partes central e leste dos EUA.
Para discernir algumas das diferenças físicas entre o humulus lupulus pubescens e outros lúpulos, devemos olhar para o fundo das folhas.
Todos os lúpulos geralmente têm pêlos pequenos na parte inferior das folhas, ao longo das hastes principal e lateral das folhas. A variedade pubescens é a “mais peluda” das cinco subespécies de lúpulo, com tipicamente mais de 100 pelos pequenos por centímetro ao longo do caule principal das folhas. Isso é comparado a 20 a 30 cabelos ao longo do caule principal nos ‘lúpulos comuns’. O lúpulo de Pubescens tem até pêlos na própria folha!
Um efeito colateral muito interessante, como resultado de todos esses pêlos pequenos, é uma certa “imunidade” a ácaros e pulgões. Aparentemente, os pêlos pequenos atuam como um escudo que impede que esses pequenos insetos acessem as glândulas da folha!
Ao selecionar esses fenótipos positivos (características físicas) em nossos novos ‘hops bebês’, podemos criar novas variedades de lúpulo que são naturalmente melhor adaptadas para combater esses insetos!

HOPS BRASIL DICA #28 - HERMAFRODITA?
hopsbrasil dicas

Uma hermaphrodita é um organismo que tem órgãos reprodutivos dos sexos masculino e feminino.
Normalmente, lúpulo é uma planta dióico que é uma condição na qual os órgãos reprodutores masculinos e femininos são encontrados em duas plantas diferentes.
Ás vezes uma planta de lúpulo pode produzir órgãos sexuais masculinos e femininos na mesma planta. Isso é chamado hermafroditismo.
No caso de Lupulo , não é um problema, mas, ele pode ser um sinal de estress na planta .
Ao contrário do primo próximo do lúpulo, a cannibas, é geralmente aceitável que uma hermafrodita de lúpulo não produza pollen viável para fazer sementes. E algumas variedades de lúpulos são mais sucetíveis a esse fenômeno .
Aqui estão fotos de hoje de uma das nossas maiores plantas do hopyard ..um Zeus … Ela tem muitos ramos e cones. Ela também tem bastantes flores masculinas.
Muitas pessoas falaram que deveríamos tirar as plantas hermafrodita, mas continuamos com elas. Em vários anos, nunca tivemos uma semente por culpa delas ainda! Pois são boas plantas para a produção e o aroma.


Observação: O envio de comprovante serve somente para agilizar o processo de confirmação. O seu pedido só será liberado quando o depósito/boleto compensar em nossa conta.


cross
1
Olá! Como podemos ajudá-lo?
Powered by